PUBLICIDADE
Segunda fase da troca de bombas no Ribeirão Piraí será na próxima terça-feira Por: | 18 Maio 2018 | 13 visitas

(Foto: Divulgação)

Depois de estudos visando minimizar o impacto na distribuição de água na cidade, a equipe técnica do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) programou a segunda etapa da substituição das bombas de captação água do Ribeirão Piraí para a próxima terça-feira (22/5).

Nesse dia as bombas de captação de água serão desligadas às 6h e o sistema será reaberto assim que os reservatórios do Jardim Cidade (Siemens), Santa Cruz, Santa Marta e Jurumirim estiverem com seus níveis normalizados.

A previsão da equipe técnica da autarquia é de que todos os reservatórios da cidade estejam cheios até a noite da própria terça-feira, para então iniciar a distribuição à rede. O abastecimento deverá normalizar nas partes baixas dos bairros já na quarta-feira pela manhã, na quarta à noite na região média e na quinta-feira à noite na parte alta dos bairros. 

O Saae centralizará as informações dos níveis dos reservatórios no Centro de Controle Operacional, definindo os locais que vão requerer apoio dos caminhões-pipa, que já estarão à disposição da população na terça-feira, a partir do meio dia.

A solicitação para abastecimento via caminhão-pipa deverá ser feita através dos telefones do Saae – 4602-6370 ou 4021-3234 -, sendo que a prioridade será dada para hospitais, creches e escolas. Durante o período em que o abastecimento estiver afetado pelo serviço de substituição das bombas, caminhões-pipa estarão à disposição da população, havendo, a princípio, um plano de atendimento prioritário nas regiões mais afetadas na primeira fase da troca dos equipamentos, no último dia 24 de abril (Santa Cruz, Santa Efigênia e Madre Paulina), quando três, das cinco bombas da estação, já foram substituídas.

Para o superintendente do Saae, Pérsio Augusto de Paula o mais importante, para que o abastecimento da cidade seja retomado em sua totalidade o mais rápido possível, é que os moradores das partes baixas dos bairros evitem o desperdício de água, quando do retorno do líquido às torneiras.

“Reiteramos, mais uma vez, que essa é uma situação emergencial, de apenas alguns dias e que as pessoas que moram nas partes baixas dos bairros, que receberão á num primeiro momento, consumam de maneira consciente, para não prejudicar seus vizinhos que residem nas partes altas”, afirmou o superintendente.

Troca das bombas

Ao todo estão sendo investidos R$ 800 mil, transformando o sistema numa estação totalmente automatizada, moderna, confiável e econômica. As cinco bombas, das duas linhas existentes na estação, estão sendo substituídas por novos equipamentos que consomem menos energia, o que vai proporcionar uma economia de R$ 400 mil ao ano. Além das bombas, também está sendo substituído o painel de controle, o modo de alimentação elétrica das bombas e já foi feita a instalação de registro duplo na tubulação de envio de água para a cidade.

 

(Fonte: Assessoria de Comunicação e Imprensa de Salto)

 

Compartilhe...
Roberta Rocha - Jornalista
[aps-social id="1"]

Tempo

PUBLICIDADE

Mais Vistos

  1. Após reforma, antiga escola “Convenção de Itu” vai receber mais de 250 alunos em tempo integral
    5.831 visitas
  2. Acidente entre carro e moto deixa 1 morto no bairro Cidade Nova
    4.765 visitas
  3. Dono de adega no Bairro Alto sofre tentativa de homicídio
    2.194 visitas