PUBLICIDADE
Polícia Civil prende mais de 1.300 tijolos de maconha em Cabreúva 4 ago 2018 | 57 visitas

(Foto: Polícia Civil)

Por Roberta Rocha

Cinco homens foram presos após uma ação da Polícia Civil na tarde desta sexta-feira (3/8), em Cabreúva.

Segundo informações, a Polícia Civil já realizada há vários meses uma investigação visando o combate de tráfico de drogas na cidade de Itu. No último domingo (29/7) a investigação resultou a prisão de um dos envolvidos, identificado como M.G.I, em uma chácara na área rural do município de Cabreúva, com mais de 200 kg de maconha, cocaína e crack.

Durante o período de levantamento que resultou na primeira prisão, os investigadores tinham o conhecimento de que além da droga existente na chácara, outro carregamento estava para chegar, o qual seria distribuído para traficantes da região.

Para dar andamento nas investigações, foi necessário sigilo absoluto por parte dos policiais sobre a prisão do morador da chácara, pois caso soubessem da prisão do mesmo, a entrega de uma nova remessa de drogas não seria realizada.

Diante disso, a equipe passou a monitorar os veículos responsáveis em trazer a carga para a cidade, uma vez que, os policiais já tinham o conhecimento que seria um veículo com placa de Mato Grosso do Sul e que o caminhão usaria a Rodovia Castelo Branco para chegar a região.

Durante uma semana, os policiais montaram cercos pela rodovia visando identificar e interceptar os tais veículos, baseado nas informações que possuíam. Os policiais tinham o conhecimento também de que havia “batedores” para garantir que a carga chegasse ao destino.

No início da noite de quinta-feira (2/8), notaram que um caminhão da marca Mercedez Bens, na cor azul, com placa de Mato Grosso do Sul trafegava sentido capital. O veículo levantou a suspeita dos policiais que passaram a segui-lo, porém, em certa altura da rodovia o caminhão parou em um posto de gasolina para pernoitar.

Uma equipe ficou observando a distância durante toda madrugada, na manhã de sexta-feira (3/8) o condutor do caminhão retomou a rodovia, sendo seguido pela viatura descaracterizada.

Todo cuidado foi tomado pelos policiais, uma vez que, eles tinham o conhecimento dos rebatedores que seguiam à frente do motorista, tomando por decisão esperar chegar ao destino para que a prisão fosse realizada.

Chegando no município de Cabreúva, o motorista seguiu sentindo a chácara. No local, uma equipe já aguardava a chegada dos mesmos. 

Os policiais aguardaram a entrada de um GM Prisma, da cor prata, com um ocupante e o abordaram, logo em seguida, entrou no local um veículo WV Gol, da cor verde, com três ocupantes. Por último, entrou na chácara o caminhão, com a carga coberta com lona.

Já dentro da chácara o motorista do caminhão foi abordado, mas, alegou que desconhecia a carga que carregava. Um dos integrantes do veículo Gol, confessou que seria o responsável pela entrega da carga.

Todos os integrantes tinham suas funções pré-definidas, sendo três indivíduos como batedores, o motorista do caminhão, e o condutor do Prisma, que seria responsável por descarregar a carga.

Após apreensão, o caminhão e todos os envolvidos foram encaminhados à Delegacia Central, em Itu. Na delegacia, a carga foi descoberta, e em meio a sacos de adubo orgânico, foram encontrados 1536 kg de maconha, cerca de 1360 tijolos.

Diante dos fatos, foi dado voz de prisão à todos pelos crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico e organização criminosa, uma vez que, os indivíduos tinham funções distribuídas para o transporte e segurança das drogas que seriam entregue no destino.

Neste sábado (4/8), os cinco homens passaram por Audiência de Custodia, e em seguida, foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória (CDP), em Sorocaba.  

 

 

Roberta Rocha - Jornalista

Tempo

PUBLICIDADE

Mais Vistos

  1. Dono de adega no Bairro Alto sofre tentativa de homicídio
    2.014 visitas
  2. Defesa Civil interdita prédio do Ituano Clube
    433 visitas
  3. Abastecimento de água em Itu é interrompido após contaminação criminosa
    377 visitas