PUBLICIDADE
Comércio de Itu volta abrir nesta segunda-feira Por:
(Foto: Reprodução)

Na última sexta-feira (29), o prefeito Guilherme Gazzola, divulgou como deve funcionar a flexibilização para reabertura do comércio na cidade.

Seguindo o Plano São Paulo e a classificação da cidade na Fase 2 (laranja), foram liberados, com restrições, a partir desta segunda-feira (1), os serviços de Imobiliárias, Concessionárias, Escritórios, Comércio, Shopping Center, Salões de Beleza, Atividades Religiosas, considerando critérios técnicos e a adesão ao protocolo de testagem. Também seguem em funcionamento os setores da Indústria e da Construção Civil conforme previsto anteriormente.

Os locais citados devem atender às medidas e aos protocolos sanitários para flexibilização da quarentena disponíveis no site da Prefeitura de Itu (www.itu.sp.gov.br/flexibilizacao), bem como entregar assinado o “Termo de Responsabilidade” (também disponível no link), obrigando-se a cumprir e fazer cumprir, por seus colaboradores e clientes, todas as medidas sanitárias estabelecidas.

Para o prefeito é necessário ter consciência e respeitar a vida. “Somente desta forma, e contando com a colaboração de todos os munícipes, conseguiremos realizar a flexibilização de modo seguro em nossa cidade. Trata-se de um período jamais vivido por nossas gerações e, por isso, se faz necessário ter consciência e respeitar a vida em primeiro lugar”, afirmou.

“É desejo da gestão que Itu seja exemplo de progresso e de responsabilidade para com o cumprimento dos protocolos sanitários visando à recuperação econômica da cidade”, complementou.

Próximas fases – Uma região só poderá passar a um maior relaxamento após 14 dias decorridos em cada fase, quando mantidos os indicadores de saúde estáveis por um período completo de incubação do coronavírus. Além disso, uma região pode ser reavaliada para fases mais restritas se não atender aos critérios (ex. uma região pode passar da Fase 3 para a Fase 1 se houver piora considerável em seus indicadores).

Compartilhe...

Tempo

PUBLICIDADE