PUBLICIDADE
Mais de 2,6 milhões de eleitores estão com o título irregular, segundo TSE 21 abr 2019 | 16 visitas
(Foto: Divulgação)

Os eleitores que não votaram, nem justificaram a ausência às urnas nas últimas três eleições têm até o próximo dia 6 de maio (segunda-feira) para regularizar a situação. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em todo o país, mais de 2,6 milhões de pessoas estão em situação irregular.

De acordo com o Tribunal, quem não acertar contas com a Justiça Eleitoral poderá ter o título cancelado. O TSE informa que são incluídas eleições regulares e suplementares e que cada turno é considerado uma eleição.

O título de eleitor, conforme o TSE, é necessário para obter passaporte ou carteira de identidade e para receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público, autárquico ou paraestatal, bem como de fundações governamentais, empresas, institutos e sociedades de qualquer natureza, mantidas ou subvencionadas pelo governo ou que exerçam serviço público delegado, correspondentes ao segundo mês subsequente ao da eleição.

O documento é exigindo para participar de concorrência pública ou administrativa da União, dos estados, dos territórios, do Distrito Federal, dos municípios ou das respectivas autarquias, para obter empréstimos nas autarquias, nas sociedades de economia mista, nas caixas econômicas federais e estaduais, nos institutos e caixas de previdência social, bem como em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo e com essas entidades celebrar contratos.

(Fonte: Agência Brasil)

    Roberta Rocha - Jornalista

    Tempo

    PUBLICIDADE

    Mais Vistos

    1. Dono de adega no Bairro Alto sofre tentativa de homicídio
      2.009 visitas
    2. Defesa Civil interdita prédio do Ituano Clube
      417 visitas
    3. Abastecimento de água em Itu é interrompido após contaminação criminosa
      363 visitas